INÍCIO     QUEM SOMOS     GALERIA DE FOTOS    NOTÍCIAS    VÍDEOS GERAL    VÍDEOS SAÚDE    VÍDEOS FLASH BACKS    CONTATO
DESTAQUE PRINCIPAL

Desejos de grávida: mãe diz que ficou viciada em mastigar giz durante a gestação

Você já ouviu algumas daquelas histórias de grávida faz o marido sair do meio da madrugada em busca dos alimentos mais diferentes para satisfazer seus desejos? Essa cena já foi explorada na ficção e o relato desta mãe britânica sobre seus desejos de grávida mais parece ter saído de uma dessas obras.  

 
Mãe britânica vira notícia nos jornais internacionais depois de dizer que um de seus desejos de grávida era comer giz
Pexels
Mãe britânica vira notícia nos jornais internacionais depois de dizer que um de seus desejos de grávida era comer giz

Uma caixa de giz para o almoço?

Segundo os jornais, Rebecca comenta que já esperava ter desejos porque imaginava que isso fosse algo comum às grávidas. Mas confessa ter ficado surpresa com o que teve vontade de comer na segunda gestação. "Quando estava grávida da minha primeira filha, pensava em comer rolo de papel higiênico, mas nunca tinha imaginado mastigar giz. Sei que isso é muito louco, mas a vontade era tão grande que não conseguia parar". 

Ela explica que o desejo bem inusitado apareceu quando ela viu uma caixa de giz da filha depois de ter tido um enjoo matinal, na 16ª semana de gestação. Ela não resistiu e mastigou o material.

Rebecca fala sobre o desejo por giz a jornais internacionais
Reprodução/Daily Mail
Rebecca fala sobre o desejo por giz a jornais internacionais

Depois disso, decidiu comprar caixas de giz para ela, passou a comer vários bastões por dia e ainda a assistir vídeos de pessoas com a mesma mania que encontrava na internet. "Por volta de seis meses de gravidez estava comendo 10 pedaços por dia e não havia nada que pudesse fazer para controlar essa vontade. Apenas amava o som do giz quebrando e a sensação que ficava na boca", detalha a mãe. Ela ainda fala que sentia como se estivesse degustando pasta de amendoim, pois o giz grudava no céu da boca. 

Segundo Rebecca, o marido dela ficou preocupado quando descobriu o "vício". "Estávamos preocupados com os efeitos disso para o bebê, tanto que às vezes apenas mastigava o giz e cuspia. Meu desejo sempre foi mais pela mastigação do que por comer de fato". 

Transtorno alimentar

Ela chegou a procurar um médico já na reta final da gestação e, depois de realizar exames, soube que os níveis de ferro em seu sangue estavam baixos. Receitaram suplementos que poderiam ajudar a combater o desejo maluco por giz, mas isso não adiantou. Ela conta que seguiu mastigando o produto até a chegada do filho. E o bebê nasceu saudável, sem nenhuma complicação. 

Depois da gravidez, ela comenta que a vontade sumiu. Ela fala que até tentou provar giz de novo, mas que se sentiu muito mal e quase vomitou. 

De acordo com os jornais britânicos, os desejos de grávida de Rebecca podem estar relacionados a um transtorno alimentar, a Alotriofagia, ou síndrome de pica. Esse distúrbio geralmente está ligado à falta de minerais no organismo e pode fazer com que a pessoa tenha vontade de comer coisas nada usuais, como giz, metal ou tecidos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: (Delas)


 

E-mail: contato@saudeeestilo.com.br

© Saúde e Estilo 2018. Todos os direitos reservados. Webmail